Onze contra onze



CRÔNICA Nº 12



Onze contra onze


Você que gosta de futebol certamente já ouviu a frase: “futebol são onze contra onze.” esta frase é, muito comum nos meios de comunicação. Alías frases de efeitos são muito utilizadas entre os apreciadores e comunicadores deste fabuloso esporte.

Mas vamos aqui nos ater a esta exatamente. Não creio que o leitor tenha dúvidas quanto ao seu significado, no entanto, para aqueles que estão não são muito familiarizados com o esporte, ela se refere ao ânimo, que uma equipe tem que ter ao enfrentar um adversário mais forte tecnicamente. Uma frase motivadora no fim das contas.


Então vamos aqui analisar o cenário atual do futebol. Será mesmo que no futebol, são onze contra onze? Certamente que sim, pelo menos é assim que começam as partidas. No entanto nem sempre elas terminam assim, e é sobre isso que vamos discorrer nesse artigo.


Quando um jogador recebe um cartão vermelho, seja no início no meio ou no final da partida, não importa, ele é expulso sendo obrigado a sair de campo, deixando sua equipe com menos um jogador.

Numericamente inferiorizado em relação ao adversário, se este não teve nenhum jogador expulso também. E nesse caso, aquela velha máxima do futebol, cai por terra.


Se no futebol são onze contra onze mesmo, faço um questionamento se a expulsão e a consequente perda de um jogador em relação ao adversário, não deveria ser revista pelos homens que regulam as regras do futebol.


Vejamos, além da equipe não poder substituir o jogador que foi expulso, o jogador expulso ainda tem que cumprir a suspensão de mais um jogo, ficando impedido de jogar na partida seguinte. Portanto, a expulsão, tem um efeito muito pesado, sobre o jogador e sobre toda a equipe.


Não seria o caso de revisar esta regra, visto que muitas outras já foram revistas nos últimos tempos?


Cabe ressaltar aqui, que a expulsão nem sempre é por um motivo tão grave assim, podendo ocorrer por dois cartões amarelos na mesma partida, por exemplo.

Visto que o futebol ficou muito dinâmico, muito aguerrido, nos dias atuais, os cartões amarelos e até vermelhos tem sido muito comuns, deixando as equipes numericamente inferiorizadas.


Talvez fosse o caso, de se permitir a reposição do jogador expulso por outro, ou se aplicar uma pena pecuniária ao jogador, ou ainda a criação de um cartão alternativo, verde por exemplo, para o caso de duplo amarelo por na mesma partida.


O cartão vermelho talvez só devesse ser aplicado em casos extremos, de violência grave contra o adversário, ou contra o árbitro da partida, assim mesmo, devido competitividade que vemos hoje no futebol, jamais uma equipe deveria atuar com menos do que os onze.

O futebol é o único esporte coletivo em que isso acontece.


Não seria o caso de também isso ser revisto?

O que você acha meu leitor?


Deixe sua opinião nos comentários e se gostou compartilhe esse artigo para que possa chegar aos gênios do futebol, influenciadores das regras. Quem sabe com a propagação de novas ideias, não se chega a uma revisão de fato?


Dom Romani

Em 16/06/2022



7 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo